Trazer um pouco das características de uma casa rústica ficou mais fácil!

A textura, cimento queimado ou a massa de cimento queimado pronta, podem ser aplicadas em diversos ambientes, desde de pisos a paredes, mas precisamos ter muita atenção quando aplicadas em  as áreas molhadas. Não recomendo que sejam aplicadas em áreas de box, pois o material pode reagir com shampoo, sabonetes e outros produtos.

Para diferenciar o piso de cimento queimado, a proprietária deste ateliê pintou um desenho copiado de um ladrilho hidráulico antigo com estêncil – projeto de Edu Castello – Foto retirada do site Casa e Jardim.

A escada em “U”, tipo cascata, com degraus em concreto maciço, dá leveza ao ambiente. Feita em concreto armado e revestida com cimento queimado – projeto Edu Castello – Foto retirada do site Casa e Jardim.

Para aqueles que o nome “cimento queimado” é desconhecido, explico que não passa de uma argamassa feita em obra com a mistura de cimento, areia e água nas proporções (traço) adequado para o resultado desejado. Esta argamassa deve ser aplicada com uma espessura média de 30 mm sobre o contrapiso devidamente preparado pela mestre de obras ou empreiteira responsável.

Se pararmos o processo por aí, esse piso vira o famoso cimentado. O ato de “queimar”* dará outro aspecto ao piso, não deixará com mesma textura de calçadas ou lajes tradicionais encontradas em diversos locais da cidade. Após a secagem a cor ficará mais fechada  e brilhante (resultado da resina aplicada).

*A fase “queimar” nada mais é que a aplicação do pó de cimento sobre o piso de argamassa de cimento e areia ainda mole e úmida, podendo-se colorir o cimento de acordo com gosto ou resultado desejado. Ainda temos a opção de substituir o pó de cimento por pó de mármore e quartzo.

Cimento queimado para revestimento no teto da cozinha, acompanha cores fechadas nas paredes (pastilhas de vidro com rejunte branco) e piso (ladrilho hidráulico).Projeto de Marcelo Magnani – Foto retirada do site Casa e Jardim.

Neste projeto o engenheiro Daniel Hamermesz preparou um contrapiso nivelado e chumbou as réguas plásticas de dilatação a cada 1,50 m². Ele espalhou uma massa pastosa de areia, cimento (traço – 3:1) e água intercalando os quadrados, que foram nivelados com desempenadeira de madeira até alcançar 3 mm antes da espessura final do piso. Aguardaram-se quatro dias e uma mistura pronta (Ladripiso) de cimento branco estrutural e pó de mármore, ele acrescentou Bianco diluído em água (traço – 1:1) até obter uma tinta, que foi aplicada com broxa sobre a superfície. No dia seguinte, com esse kit pronto e quantidades menores de Bianco e água, fez uma massa quase seca e espalhou-a sobre o piso com desempenadeira de aço. Após uma semana, passou três camadas de resina acrílica Fuseprotec (Fusecolor). Projeto das arquitetas Claudia e Virgínia Pêcego Meyer – Foto retirada do site  Casa Ed. Abril.

O piso em cimento queimado com juntas de dilatação – Foto retirada do site Casa e Jardim.

Uma certa variação na coloração é esperada e proporciona o aspecto natural, mas deve-se evitar grandes variações de cor para o piso não parecer manchado.

Home office, projeto de Luis Café e Vivian Contri, dispensou  juntas de dilatação porque o ambiente não é grande (21 m²) – Foto retirada do site Casa Ed. Abril.

Banheiro com piso e barrado em cimento queimado – Foto retirada do site Reforma fácil.

Cozinha com piso em cimento queimado – Foto retirada do site Casos de Casa.

Quarto com cimento queimado no piso. Quando aplicado em dormitórios, podem trazer um aspecto frio – Foto retirada do site Blog da Reforma.

Sala despojada e moderna – Foto retirada do site Minha casa, Minha cara.

Mas atenção, pois seu resultado dependerá totalmente de um bom profissional  e materiais de qualidade. Exigirá também tempo, paciência e cuidado em todas as etapas.

Quem procura uma solução mais prática, não abrindo mão do aspecto / textura do cimento queimado, hoje existem no mercado massas prontas. Elas costumam agradar por ser de fácil limpeza, despojadas, e mais baratas que outras alternativas para revestimento.

Do piso ao teto, cimento pronto na cor cinza-concreto reveste este banheiro, numa proposta moderna e arrojada. O produto não é queimado como no sistema tradicional, mas vendido pronto para aplicar – Foto retirada site Casa e Jardim.

 Aplicação de cimento monolítico com pintura epóxi de alta performance. O material está aplicado nas paredes e no piso deste banheiro, sem nenhuma emenda e junta de dilatação – Foto retirada do site Casa e Jardim.

A designer de interiores Maristela Gorayeb cobriu todo o piso, inclusive o dos quartos, com massa cimentícia (Tecnocimento, da NS Brazil). Em 48 horas, estava tudo pronto, contra 28 dias de cura do cimento artesanal”, diz Maristela. Tamanho entusiasmo com o produto resultou na aplicação inclusive sobre as paredes e bancadas de cozinha, banheiros e área de serviço – “Foto retirada do site Casa Ed. Abril.

 

Vejam algumas lojas que podem fornecer tanto o processo, quanto massas prontas

Ladrilar
Tem a mistura de cimento queimado comum e cimento polimérico, com pó de mármore, de quartzo e aditivos especiais

Ornatos 
São 30 tons do cimento polimérico. Oferece também o kit com juntas de dilatação e resina protetora.

NS Brazil
Tem oito cores de cimento polimérico, tecnocimento –  dispensa juntas de dilatação por ter alta aderência e flexibilidade.

TerraCor

Alguns cuidados gerais devem ser tomados quanto a execução do piso

As manchas são prevenidas na preparação da massa, utilizando areia fina, mesmo que sejam coloridas. A melhor sugestão após a cura e antes de seu uso é aplicarmos duas demãos de verniz à base d’água.

Quanto a porosidade, assim que finalizado e aplicada a massa de cimento queimado, alisar a superfície com desempenadeira de aço até atingir um nível visivelmente uniforme.

As trincas são causadas por pouca água na preparação, e evaporação excessiva na cura (o cimento deve ser umedecido nos três primeiros dias).

Juntas de dilatação de plástico, colocadas a cada metro, isolam a movimentação dos pisos e evitam trincas. Projeto de René Fernandes Filho – Foto retirada do site Casa Ed. Abril.

O cimentado amarelo da NS Brasil foi coberto com a resina CM Forte, fornecido pela mesma empresa, que reduz a possibilidade de trincas. Ele foi combinado com outro piso –, o granilite. O resultado ficou harmônico, mas sua execução trabalhosa. Como os dois materiais são fundidos no local, foi necessário ajustá-los até que estivessem milimetricamente nivelados. Projeto de Rita Muller – Foto retirada do site Casa Ed. Abril.

 

Atenção com a manutenção, pois sua proteção deve ser feita com verniz, óleos hidrorrepelentes e ceras vendidos em lojas especializadas. As reaplicações dos produtos variam conforme o tráfego de pessoas sobre o piso.

É possível lavar o piso com pano úmido, sabão em pó e desinfetantes diluídos. Evite água sanitária e ácido muriático para tirar as manchas, pois estes produtos podem corroer o piso.

 

Fontes

Blog da Reforma

Casa – Ed. Abril

Casa e Jardim

Casa e Imóveis

Casos de Casa

De tudo um pouco

O nosso primeiro Ap

Reforma Fácil

Tudo sobre Casa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...